NEEMIAS - TIJOLO DA PROTEÇÃO - AULA 4

Base bíblica Neemias 4.

Versículo para memorização: “Porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal”. (Atos 18:10a)

Objetivo criança salva – Buscar proteção em Deus.

Objetivo criança não salva – Perceber que somente Deus pode nos proteger. Aceitar a Jesus como Salvador.

Tijolo – Confeccionar um tijolo. Use caixa de leite e encape com papel pardo. Escreva a palavra PROTEÇÃO.

Guarda chuva – Para o quebra gelo você deverá usar um guarda-chuva bem grande.

Ajuda visual – Há figuras bem simples da história do Sambo na parte inferior. A sugestão é a seguinte: corte as figuras e cole palitos churrasco no verso, enquanto conta a história peça a uma criança que mostre a figura para as outras. E você fará o mesmo movimento do Sambo com o guarda-chuva que levou.

Dinâmica da proteção – Criei uma dinâmica para a compreensão do tema. Explicação no término da lição.

Na parte inferior da lição temos uma atividade para fixação (última folha).

A palavra PROTEÇÃO (tijolo) deverá ficar na sala, para que as próximas palavras agreguem-se a ela.

No término da lição não deixe de orar pelos pedidos de oração; e, caso alguma criança ainda não tenha colocado o seu pedido será a hora de fazer.

Repostas do exercício –  1 . Sambalát (está com o t mudo) e Tobias; 2. O diagrama formará a palavra DEUS; 3. Oração, verdade, coragem e proteção.

Lição resumida.

Use suas próprias palavras às crianças, o modelo abaixo é só um guia para você. Antes da lição faça um período de memorização do versículo do dia.

Quebra geloContando a história de Sambo.

Olá, meus amores!

Vocês sabiam que um dia desses choveu tanto quando saí de casa, ainda bem que estava usando isso (mostre o guarda-chuva). E pude me proteger, do contrário eu teria ficado totalmente molhada.

Mas, o Sambo, um menininho muito legal, mas um pouco atrapalhado, não tinha um guarda-chuva. Ele era um garotinho africano muito pobre, ele não havia visto um guarda-chuva antes; mas, ao completar 12 anos ganhou um pouco de dinheiro e foi comprar um presente pra si próprio. Quando ele olhou na vitrine e viu o guarda-chuva vermelho o achou muito bonito. E, decidiu que iria compra-lo. (Mostrar a figura 1) Porém, ele não sabia como usar o guarda-chuva e ficou se perguntando pra que servia aquele objeto. Ele olhou, tocou e não entendeu qual era utilidade. (Professor, olhe, toque e observe o seu guarda-chuva). Foi aí que o vendedor apareceu:

– Vai querer o guarda-chuva, rapaz?

– Ele guarda o quê?

– A chuva.

– Se eu comprá-lo vou poder guardar a chuva dentro dele?

– Não, meu garoto. Você poderá sair na chuva sem molhar-se. O guarda-chuva irá lhe proteger da chuva.

– Que legal! Eu quero!

Sambo saiu alegre da loja e pensou “Agora tenho um objeto mágico e poderei sair na chuva e permanecerei seco. Que máximo!”

Ele estava torcendo para chover e poder experimentar o objeto mágico. Em uma tarde ele observou as nuvens no céu e saiu com o guarda-chuva. (Mostrar a figura 2). E saiu cantado e sorrindo pois ia chover.

Não demorou muito e os pingos de chuvas começara a cair. Eram pinguinhos fracos, mas logo os pingos engrossaram. (Mostrar a figura 3). Sambo ficou desapontado porque estava ficando todo molhado, então o guarda-chuva só podia estar com defeito, porque ele o segurava nas mãos e mesmo assim não estava protegido. Não funcionava!

Sambo não sabia o que fazer, a chuva caía cada vez mais forte e ele estava muito molhado. Sacudiu o guarda-chuva para ver se funcionava e nada. Aí teve uma ideia – o colocou acima da cabeça “quem sabe assim ele me protege” – pensou ele. (Mostrar a figura 4). Mas, nada acontecia e Sambo continuava na chuva. Começou a correr para chegar logo em casa, porque aquele objeto não funcionava de jeito nenhum.

Mas, havia uma senhora embaixo de um telhado esperando a chuva passar. Ela o viu e o chamou.

– Olá, menino. Eu posso ajudá-lo?

– Preciso correr e sair dessa chuva, Senhora. O guarda- chuva não funciona.

– Você já tentou abrir o guarda-chuva, meu filho?

(Mostre a figura 5)

– Deixa eu mostrar a você, garoto.

A senhora o ajudou e abriu o guarda-chuva.

Sambo ficou muito agradecido e acompanhou a bondosa senhora até em casa.  (Mostre a figura 6) Depois ele seguiu até a sua casa, muito contente por saber que o guarda-chuva estava funcionando normalmente.

Não adianta só ter um guarda-chuva e não saber como usá-lo. Sambo não pôde se proteger até saber como usar a proteção.

Também temos algo que pode nos proteger e precisamos usar.

Neemias começou a obra.  Vocês lembram que tinham pessoas que ameaçaram a Neemias e aos seus ajudantes?

Pois é, crianças Neemias já tinha conseguindo fazer a metade do muro. Foram vários dias de trabalho. Lembram que a cidade estava sem muros? (Professor faça uma breve recapitulação das últimas aulas) A cidade precisava de um muro para ficar protegida. Uma cidade sem muros era facilmente invadida por inimigos. Assim como Sambo precisava de um guarda-chuva, Jerusalém precisava de muros fortes.

Neemias e o seu exército estavam felizes em reconstruir. Mas, nem todos estavam satisfeitos: Sambalate ficou com muita raiva, ele não queria o bem da cidade. Ele debochou de Neemias e de seu exército quando ficou sabendo que o muro estava sendo refeito. Tobias também fez o mesmo; e, ainda falou mais: “Não adianta vocês reconstruírem os muros, vocês são fracos e até mesmo uma animal qualquer, como uma raposa, se esbarrar no seu muro, o derrubará” – disse ele.

Mas, Neemias era diferente de Sambo, pois Neemias sabia se proteger. E, neste caso, Neemias não usaria uma guarda-chuva ele iria pedir ajudar ao Deus protetor.

Sabem o que Deus faz conosco? Ele nos protege. (Professor abra o guarda-chuva e fique embaixo dele). Quando confessamos Jesus como Salvador e vimemos pra Ele temos a proteção do Senhor. E, como um grande guarda-chuva invisível. Mas, quando não fazemos a vontade de Deus e cometemos vários pecados (Professor dê exemplos de pecados) ficamos sem proteção (Feche o guarda-chuva).

Neemias orou ao Senhor, ele clamou por ajudar ao Deus protetor: “Ouve, ó nosso Deus, que somos tão desprezados, e torna o seu opróbrio sobre a sua cabeça, e dá-os por presa, na terra do cativeiro.

5 E não cubras a sua iniqüidade, e não se risque de diante de ti o seu pecado, pois que te irritaram na presença dos edificadores.” (Neemias 4.4-5).

 

E o povo, apesar das ameaças, continuou a reconstruir o muro. Pois, o exército de Neemias tinha um desejo no coração de terminar o trabalho. A Bíblia nos diz que eles estavam com o coração alegre em servir.

 

Devemos também fazer a obra de Deus, não precisamos fazer um muro, mas poderemos ajudar a igreja em muitas áreas (professor dê exemplos).

 

Tobias e Sambalate continuaram com muita raiva porque viram que o povo continuava a trabalhar. Então Tobias e Sambalate chamaram vários povos para guerrearem contra os judeus (povo de Neemias).

 

Neemias orou mais uma vez pedido proteção a Deus.

 

Será que o povo vai continuar? E o que irá acontecer se Tobias e Sambalate iniciarem uma guerra contra o exército de Neemias? Não faltem ao próximo domingo para descobrirem.

 

 

Dinâmica da proteção.

 

A dinâmica deverá ser feita da seguinte forma: o professor explicará que só estamos sob a proteção de Deus se andarmos segundo a sua vontade.

Uma criança irá segurar o guarda-chuva aberto (ela poderá ficar sobre uma cadeira para o guarda-chuva ficar mais alto) e a outra criança irá segurar uma nuvem (faça uma nuvem de EVA). Outras duas crianças participarão ao ouvirem os exemplos.

 

Crianças é o seguinte eu vou contar um exemplo e vocês dois irão para o guarda-chuva ou não. Se acharem que a criança do exemplo está agindo corretamente, então ela está sob a proteção de Deus, aí vocês irão ficar embaixo do guarda-chuva. Caso não esteja, vocês ficar em baixo da nuvem.

 

1 – Júlia não gosta de estudar, mas apesar disso, ela obedece os professores.

 

As crianças irão para baixo do guarda-chuva ou da nuvem. E assim você irá criar vários exemplos. Vá trocando as crianças pra que todos participem.

Outros exemplos que poderá usar:

 

2 – Pati olhou a resposta no caderno na hora da prova;

3 – Bel não aceitou a Jesus como Salvador;

4 – Caio pediu perdão a Deus, pelos seus pecados;

5 – Lúcia vai todos os domingos para louvar a Deus;

6 – Bruno é o maior mentirosão do colégio;

7 – Jéssica dança funk e rebola até o chão;

8 – Kelvin joga assiste a filmes de terror;

9 – Paulo gosta de falar de Jesus para os seus amigos;

 

 

Suplementos para a lição:

Sambo

Jogue no google "figuras da história sambo e o guarda-chuva"

 

Atividade para fixação:

Nome: _____________________________________   Tia: _______________________

 

 

3. Você sabe quase os tijolos que já estudamos até o dia de hoje? Foram quatro.  Com a ajuda da tia vamos lembrar todos os tijolos, complete as palavras abaixo:

 

 

 

DA         ____RA ____  

                        

 

DA        VER ____  ____  

 

DA         ____ ____ GEM  

 

 

DA      ____ TE ____